Conexão Amazônia é finalista em feira mundial de comunicação móvel

25 de fevereiro de 2013 por Paulo Lima

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Projeto Conexão Amazônia, realizado pelo Projeto Saúde & Alegria com apoio da Fundação Telefônica / Vivo e da Ericsson, está entre os finalistas do Global Mobile Awards 2013, premiação que ocorre durante o Mobile World Congress (MWC), maior feira de telecomunicações e dispositivos móveis do mundo. O projeto concorrerá na categoria “Desenvolvimento Econômico e Social: Melhor Produto, Iniciativa ou Serviço em Mercados Emergentes” e os vencedores serão conhecidos no dia 26 de fevereiro, em Barcelona.

Eduardo Ricotta, vice-presidente da Ericsson para América Latina, diz: “Desenvolvemos diversos projetos no Brasil, como os ônibus conectados que já circulam em Curitiba usando tecnologia 3G, as crianças da comunidade da Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro, que agora podem interagir graças a uma solução de educação em nuvem voltada para países em desenvolvimento e um importante projeto de saúde para a rede pública, que vem sendo aplicado em São Paulo e representa um avanço tecnológico na área de saúde. Na Amazônia, ribeirinhos do rio Tapajós ganharam independência com o acesso à internet de banda larga e colocou uma comunidade que até então vivia isolada em uma janela de frente para um mundo de oportunidades. Estamos incluíndo estas pessoas à sociedade conectada a que elas têm direito”.

Para Françoise Trapenard, presidente da Fundação Telefônica Vivo, esse projeto proporcionou a comunidades ribeirinhas da região amazônica oportunidades de desenvolvimento não apenas econômico, mas social e cultural a partir do acesso aos recursos que a sociedade em rede oferece: “A região que, até a chegada do sinal da Vivo, vivia os desafios do isolamento imposto pela geografia da região amazônica, é hoje um lugar de pessoas conectadas, que vem transformando suas vidas e a vida de suas comunidades.” diz. “A motivação original desse projeto tinha foco em Educação e Saúde, visando proporcionar, por meio das novas tecnologias de conectividade, oportunidades de aprendizagem para jovens ribeirinhos e agilizar as atividades de assistência médica à população desenvolvidas a bordo do barco-hospital Abaré. Isso realmente aconteceu. Mas as transformações propiciadas pela conectividade foram muito além.” finaliza Françoise.

Para Caetano Scannavino, Coordenador Geral do Projeto Saúde & Alegria, “o reconhecimento internacional da importância de projetos de inclusão social através das comunicações em nossa região, fortalece uma linha de ação de muitos anos que desenvolvemos nos municípios de Santarém, Belterra, Aveiro e Juruti.  Para nós, a comunicação e a inclusão digital são estratégicas para a promoção da saúde, da educação e mostrar ao mundo a alegria do Caboclo da Amazônia”.

Com população de quase 20 mil habitantes, Belterra é um pequeno município paraense que em 2009 recebeu sua primeira estação radiobase (ERB). Com a instalação dessa rede móvel com tecnologia de terceira geração (3G) para a transmissão de voz e dados, por meio de uma parceria entre a Fundação Telefônica Vivo e Ericsson, mais de 16 mil pessoas já foram beneficiadas com a inclusão digital a que o município foi inserida.

“De lá para cá, foram identificadas mudanças positivas na localidade que vão dos aspectos sociais aos econômicos, trazidos a partir do acesso à telefonia móvel. Numa cidade em que a atividade predominante está relacionada ao setor de comércio e serviços, os benefícios gerados podem ser traduzidos em uma única palavra: desenvolvimento”, explica Carla Belitardo, diretora de Sustentabilidade da Ericsson para América Latina.

Mas Belterra não foi o único beneficiado com a ação. Com o acesso à internet de banda larga, a iniciativa das duas empresas tem proporcionado aos moradores dos cerca de 170 vilarejos da região Amazônica do Pará, que ficam no entorno do Rio Tapajós, não só mais independência, como também o desenvolvimento de projetos com o uso de dispositivos de comunicação móvel nas áreas de educação, saúde, meio ambiente e geração de renda em conjunto com uma organização não governamental.

Em pesquisa feita pela Universidade do Pará, em 2010, um ano após a disponibilização da tecnologia de terceira geração (3G) na região Oeste do Pará, vários dados sociais foram mensurados de forma positiva à chegada da tecnologia em favor da comunidade. Na pesquisa realizada foram percebidas melhorias em relação ao trabalho, emprego e renda. O serviço de telefonia contribuiu para a criação de empresas e geração de empregos, fazendo com que 92% dos clientes de telefonia celular e internet tenham desempenhado importante papel no desenvolvimento da região.

O resultado será divulgado no dia 26 de fevereiro.

Tecnologias que transformam

25 de fevereiro de 2013 por Paulo Lima

Atenção Rede Mocoronga! Vamos aproveitar a oportunidade. Inscreva a sua idéia, participe. É uma excelente oportunidade para realizar aquele sonho comunitário. Veja em http://tecnologiasquetransformam.org.br

Te desafiamos a transformar!

O desenvolvimento tecnológico da comunidade pode estar ao seu alcance!

Falta menos de um mês para o fim das inscrições do Desafio! É no dia 4 de março que encerram as inscrições e a comissão de jurados começa a avaliar os projetos. Procuramos as melhores ideias e os empreendedores mais determinados a implantá-las.

Já foram inscritas mais de 90 ideias, mas queremos mais. Queremos despertar a criatividade e o espírito empreendedor em todos os jovens brasileiros para desenvolver uma rede de novos empreendedores dispostos a aprender e evoluir seus projetos de tecnologia com benefício social. Vamos aperfeiçoar e direcionar suas ideias, rumo a um negócio sustentável. No final da última fase, vamos distribuir até R$ 10mil a cada um dos dez vencedores.

As inscrições estão abertas até dia 4 de março

Desafios que transformam

Nas águas ou nas nuvens

11 de janeiro de 2013 por Elis Lucien

Comunicação na ponta nas nuvens!Epa!Essa expressão não tá soando um pouco estranho, não seria na ponta do lápis ou na ponta da língua. É isso mesmo, mas precisamente nas nuvens uma tecnologia de ponta utilizada à quatro anos no Brasil e que só agora chega com um nome could computing (computação em nuvens) decolando nas empresas. Que diz: “*a partir de qualquer computador e em qualquer lugar, pode-se ter acesso a informações, arquivos e programas num sistema único, independente de plataforma”.

Mas isso, nossas vós já diziam: “Esse menino parece que tá andando nas nuvens”, mal ela sabia que era um pensamento à frente de seu tempo. Hoje, “nossos meninos” vivem conectados nas redes sociais e um pouco “nas nuvens” também, num contexto de saber tudo e de todos ao mesmo tempo.

Olha já!!Nesses lados da Amazônia temos uma ramificação de uma tecnologia que funciona perfeitamente “In the waters of the amazon” (nas águas da Amazônia), através de uma ferramenta em grande abundancia: os barcos motores conhecidos como B/M. Fazendo a comunicação fluir sem nenhuma interferência brusca ou falha. Levando e trazendo nossos recados e todas as informações necessárias para o cotidiano amazônico. A could computing está chegando, mas irá fazer umas paradas.

Então, não despreze nosso meio de comunicação amazônico, os barcos.

Capacitação dos monitores de Juruti.

27 de dezembro de 2012 por martapaiva

Dia 20 de dezembro uma quinta feira 17 pessoas da cidade do município de juruti vieram fazer um curso de capacitação de monitores dos telecentros, os assuntos abordados foram montagem e desmontagem de computadores e entendendo um pouco mais sobre suas funcionalidades. Logo em seguida deu-se inicio a elaboração de textos e como usar as ferramentas de escritórios tais como editor de texto, planilha e criação de slide. A monitora do telecentros do castanhal Katila Pinheiro afirmou que: “É importante haver essas capacitações para se manter atualizada das novas tecnologias para exercer dentro da comunidade”.O curso irá até domingo dia 23 de dezembro até ao meio dia.

 

Projeto Saúde & Alegria na Cachoeira do Aruã

23 de agosto de 2012 por Ray Andrade

Moradores na Discussão.

Projeto Saúde e Alegria, reúne lideranças em Cachoeira do Aruã no dia 11 de agosto no Barracão da Escola Nossa Senhora de Nazaré.

Na reunião trataram assunto relacionado a criação de um Conselho Gestor para o TELECENTRO CULTURAL.

Tibério Alloggio, Paulo Lima e Caetano Scannavino

Sem dúvida a presença desta equipe nos fortaleceu como comunidade, e também nos empolgando com a continuação de várias atividades, como: – A reorganização do Telecentro, a volta da rádio e publicação do jornal comunitário.

A melhor notícia, é que nossa comunidade foi contemplada com a internet do Programa GESAC – Governo Eletrônico, Serviço de Atendimento ao Cidadão, do Ministério das Comunicações. E isso, nos fortalecerá bastante, na parte cultural e informativa.

Internet volta a funcionar em Suruacá

22 de julho de 2012 por


Caríssimos amigos e usuários do telecentro, estamos informando que a Internet está de volta em Suruacá para a alegria de todos!

Depois de praticamente um mês e alguns dias sem Internet, Telecentro Cultural de Inclusão Digital de Suruacá, volta a funcionar novamente, usuários que acessam sempre e que já estavam com saudades desse meio de comunicação, já pode agora voltar a fazer o que vinham fazendo antes,está tudo bem, a conexão funcionando tudo normalmente. Brigada pela atenção de todos! Informamos que breve estaremos publicando informações boas e maravilhosas aqui da belíssima Vila de Suruacá!

Um Gole de Consciência

11 de julho de 2012 por Bob Barbosa

A Vila de Boim, na Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns, produziu, a partir de reflexão sobre problemas causados pelo abuso de álcool, um vídeo celular fictício e com muita verdade.

A filmagem, assim como o processo pedagógico, rolou em três dias, durante a Caravana de Educomunicação do Projeto Saúde e Alegria.

Estimulada, orientada e provocada pela equipe da Caravana, a comunidade se mobilizou, juntou figurinos, distribuiu personagens, cedeu bicicletas, utensílios e casas, e criou uma narrativa cinematográfica com muito humor e lirismo.

Além da Oficina de Vídeo Celular, conduzida por Bob Barbosa e Betania Barbosa, a Caravana do Projeto Saúde e Alegria ainda contou com Jucelino Filho (Tinho) conduzindo Oficina de Capacitação de Rádio, e com Gabriel Abreu e Elis Lucien conduzindo Oficina de Informática Básica.

Nessas oficinas participaram comunitários e comunitárias de Pau da Letra, Rosário, Serraria, Samaúma, São Tomé, Tucumatuba e claro, da Vila de Boim – todas essas, comunidades das margens do Rio Tapajós.

Com apoio da Vivo / Fundação Telefônica, a Caravana de Educomunicação do Projeto Saúde e Alegria na Vila de Boim foi realizada entre 02 e 04 de julho.

Os adolescentes Ingrid Braz, Maurílio Ribeiro, Wanessa Batista e Zaine Jayne gravaram todas as cenas em duas câmeras celulares.

Na edição Joares Miranda e Maickson Boim, junto com Bob Barbosa, selecionaram e cortaram as cenas gravadas durante uma única manhã de sol quente.

No elenco estão Alessandro Farias, Carlos Júnior, Edson Carlos, Lucenildo “Patauí”, Maickson Boim, Oziane Serrão, Rosy Dayana e Sabrina Eliane.

Se eu soubesse que tu vinhas, de Chico Malta, com arranjos de Fábio Cavalcante, é a música tema do filme.

Agora assista esse filme e compartilhe!!!

Oficina de Blog e Redes Sociais na comunidade São Pedro

24 de maio de 2012 por Benezildo Costa

Aconteceu uma Oficina no dia 22 de maio de dois mil e doze, no Telecentro Maria Braga  da comunidade São Pedro  no Rio Arapiuns. Foi realizada uma oficina com o tema blog e redes sociais. A oficina iniciou às dez horas da manhã com o tema: noções básicas de informática, sendo assim dando continuidade a tarde foi abordado o tema: O que é Blog? O que é Internet? Porquê Inclusão Digital? O que faz um Telecentro?.

A oficina teve como acessor Gabriel Abreu do PSA (Projeto Saúde e Alegria), que é responsavél pela Inclusão Digital.

Objetivo da oficina foi fazer com que a comunidade possa conhecer como utilizar seus equipamentos tecnológicos, através das redes sociais,  blogs e outras possibilidade. E, através  das informações, a comunidade possa ser desenvolvida e conhecida mundialmente.

Estiveram participando da oficina nove jovens que fazem parte do Telecentro e Rádio comunitária.

Suruacá Recebe Equipe do Telecentros.BR

9 de fevereiro de 2012 por Gabriel Abreu

Hoje dia 07 de Fevereiro de 2012 a comunidade de Suruacá margem esquerda do rio Tapajós está recebendo uma equipe do programa nacional para a  inclusão digital Telecentros.Br juntamente com o Protejo Saúde e Alegria para a gravação de uma documentário que será vinculado em rede nacional, em bibliotecas e em diversos Telecentros do Brasil.

 

FLONA Cada Vez Mais na Era Digital

28 de novembro de 2011 por Gabriel Abreu

Telcentro de Maguari

Mais uma vez a Floresta Nacional do Tapajós – FLONA foi contemplada nas ações do Projeto Saúde & Alegria. Na ultima sexta-feira dia 25 de novembro uma equipe de inclusão digital do PSA esteve nas comunidades de Maguari e Jamaraquá, para a entrega de um super computador de alta capacidade de processo gráfico.

A entrega do computador para essas comunidades é a conclusão do projeto de vídeo celular na comunidade. Agora os comunitários de Maguari e Jamaraqua estão preparados para gravar e editar seus vídeos. O local em que Maguari escolheu foi o Telecentro. Já o de Jamaraqua foi a radio comunitária.

Radio Comunitária de Jamaraquá

As atividades do Projeto têm apoio da Vivo/Fundação Telefônica