Artesanato em fibras, agora em Lago Grande

30 de abril de 2008 por Fabienne Simenel

O núcleo de Economia da Floresta está ampliando sua atuação para o Assentamento Lago Grande, junto a comunidades que trabalham com artesanato em fibras. O objetivo é criar na região alternativas de geração de renda, replicando o modelo de sustentabilidade de Urucureá, com uso de pigmentos naturais, manejo dos recursos naturais e organização do grupo de artesãos e apoio à comercialização.

 

 

 

Das cerca de 20 comunidades que manifestaram interesse em participar do programa, nove já foram visitadas: ao longo do rio Arapiuns, Piauí, Urucureá, Vila Gorete, Vista Alegre, Nova Pedreira e Vila Brasil. As demais estão no rio Amazonas: Bom Jesus, Aparecida e Vila Amazonas.

 

A chamada “fase de reconhecimento”, entre 16 e 20 de abril, mostrou o grau de organização e a situação do artesanato nas comunidades, além da oferta de palha. A FEAGLE – Federação Assentamento Gleba Lago Grande – é parceria do PSA no processo.

O Mocorongo – PSA

Deixe um comentário

*