Abertas inscrições de cursos para a nova temporada no Puraqué

17 de julho de 2014 por Adriane Gama

turma_prq

O Coletivo Puraqué abre, neste mês de julho, inscrições para Cursos Digitais em Software Livre. O início das aulas será no dia 14 de agosto e os serviços disponibilizados para a comunidade em geral serão os cursos de Informática Básica, Avançado e de Metareciclagem, para crianças a partir de 12 anos, jovens e adultos, nos horários da manhã e à tarde.

A partir desta quarta edição, além da inscrição gratuita, cada pessoa ao se matricular no projeto ganhará de brinde uma camisa do Puraqué, com a cor conforme o seu curso escolhido.

Ainda com a dinâmica de atividades de cineclube, oficinas de conhecimentos livres e acesso a internet paralelas aos cursos digitais,a novidade para estatemporadafica por conta dos eventos culturais e esportivos: Festival Folclore Puraqueano, Rifas da PuraBeleza e Torneio de Futebol Comunitário, com a finalidade de angariar recursos para a manutenção do espaço e formatura dos alunos.

Formação Digital Puraqueana

A Casa Puraqué localizada no bairro do Amparo, Grande Área do Santarenzinho, está sendo ponto de encontro de mais uma Formação de Competência Digital para Monitores, reunindo novos e veteranos colaboradores intelectuais com oficinas de Metareciclagem, Gerenciamento de aplicativos, Editoração Eletrônica, Blog e Iniciação audiovisual, facilitadas pelos oficineiros Rosinei Lima, Tarcísio Ferreira, Dennie Fabrizio e Adriane Gama.

O objetivo desta formação é apoiar metodologicamente os monitores quanto ao aprimoramento dos seus conhecimentos e se preparar para as próximas experiências sócio-digitais no LabPuraqué baseando-se na utilização segura e crítica das ferramentas tecnológicas.

O Coletivo Puraqué é uma organização não-governamental sem fins lucrativos que atua há 13 anos com alunos_prqcultura digital e cidadania na Amazônia. Um espaço colaborativo, político e ideológico relacionado ao desenvolvimento tecnológico sustentável na região norte. Tem como essência, o ativismo em Software Livre baseado em princípios como a Ética Hacker e a Metareciclagem. Hoje, o Coletivo atua com diversos projetos e atividades, em sua maioria voltadas para o protagonismo juvenil, a transformação social e ambiental e competências para a vida.

Prestação de Serviços Comunitários:

Início das aulas: 15 de agosto

Dias – Segunda e quarta-feira/ terça e quinta-feira

Horários – 8 às 9:30h e 9:30 às 11h e 14 às 15:30h e 15:30 às 17h

Duração: 4 meses (agosto a novembro)

Contribuição mensal: R$ 30,00

Local: Rua Vitória Régia, 223 – Bairro Amparo (entre Paulista e Santa Teresinha, próximo a antiga fábrica de asfalto)

Participe! Vagas limitadas!

Mais informações podem ser obtidas através dos telefones: 9132-7603 e 9136-2772

Copa Floresta Ativa – Fase de Grupo Anumã

5 de maio de 2014 por Gabriel Abreu

Através do Programa Floresta Ativa, o Projeto Saúde & Alegria (PSA) tem apoiado as comunidades da Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns em diversas ações que ajudem na renda, na alimentação e na conservação do meio ambiente – viveiros para reposição florestal e sistemas agro-florestais; extração de óleos; ecoturismo de base comunitária; artesanatos e Centro Experimental de Permacultura.

Em parceria com o ICMBio e a Tapajoara (Federação das comunidades da Resex), o desafio é promover inclusão social a partir da produção sustentável – um passo seguinte e que vai além de programas como o Bolsa-Família.

São oportunidades de empreendimentos que se abrem, em articulação com projetos pedagógicos voltados para os direitos das crianças e adolescentes; e também pelo encontro de gerações, em que lideranças antigas preparam as novas na condução do futuro da Reserva Extrativista.

E aproveitando o ano esportivo, organizamos em 2014 a Copa Floresta Ativa, envolvendo as 74 localidades da Resex. São duas competições simultâneas e integradas: uma é o torneio de futebol (masculino e feminino), e a outra é o “Festival de Artes, Cultura, Educação e Comunidades”, com modalidades que incluem teatro, música, paródia, cartaz, mascote, foto, vídeo e reportagem, inspiradas no lema “Juventude e Comunidades juntas pela Floresta Ativa!”

Entre abril e maio, ocorre a “Fase de Grupos”. São 4 eventos sub-regionais, um em cada comunidade-sede, onde participam as localidades do entorno que compõem o Grupo. Sempre nos finais de semana, com seminários e oficinas nas sextas, avaliando as ações do Floresta Ativa, planejando os próximos passos, debatendo o território, a luta dos povos tradicionais e caminhos para fortalecer suas Organizações.

Os sábados são reservados para as competições, com cobertura feita pelos repórteres da Rede Mocoronga. No inicio da noite tem o Gran Circo do Saúde & Alegria, com as premiações dos classificados do Grupo. Uma grande festa, animada pelas bandas comunitárias, encerra a programação pela madrugada adentro.

Fase de Grupos:
– Sede Anumã: 4-5/Abril
– Sede Surucuá: 25-26/Abril
– Sede São Pedro: 9-10/Maio
– Sede Boim: 30-31/Maio

Os classificados nas modalidades esportivas e educativas durante estes 4 eventos sub-regionais, além de troféus e medalhas, ganham o passaporte para a grande final, prevista para agosto, durante o Encontro Geral de todas as comunidades de Resex.

Copas que misturam esporte com educação é uma tradição do PSA. Esta é a quinta Copa que organizamos, sempre com um tema central em cada edição. Desta vez, uma grande mobilização das comunidades pela floresta em pé!

Conhecimentos Livres de Metareciclagem na Casa Puraqué

20 de fevereiro de 2014 por Adriane Gama

ofic_metarecO Coletivo Puraqué realiza neste próximo sábado, dia 22 de fevereiro, uma Oficina de Conhecimentos Livres de Metareciclagem com o apoio da Secretaria Nacional da Juventude, pelo ambiente virtual interativo – O participatório – Observatório Participativo da Juventude, voltado para a produção de conhecimento e experiências colaborativas da juventude brasileira.

A maloca do Puraqué (espaço cultural comunitário) será o palco desse encontro de cultura digital que contará com a participação de alunos e colaboradores da terceira turma dos Cursos de Informática do Puraqué, estudantes da Escola Municipal Santa Luzia, no bairro do Amparo e moradores da Grande Área do Santarenzinho e do Maracanã.

O objetivo do evento é promover uma intervenção de apropriação cidadã da tecnologia, através das atividades da Metareciclagem, uma metodologia que estimula o fazer em equipe, através da construção colaborativa do conhecimento, usando como material didático, computadores obsoletos para dismistificar a sua “caixa preta”. A ideia é sensibilizar a comunidade sobre a importância da consciência ambiental e trocar experiências em busca de soluções criativas para uma transformação social em sua realidade. Leia o resto desse post »

Programa Rádio Mocoronga do dia 19 de Outubro

25 de outubro de 2013 por Gabriel Abreu

Para quem perdeu o programa da Rádio Mocoronga da semana passada aqui está a oportunidade para você ouvir!!!!

“Mocoronga, Mocoronga, Mocoronga. No ar Rádio Mocoronga, um programa do Projeto Saúde & Alegria. Essa turminha de Saúde e Alegria, você vai gostar. Vamos terce a nossa rede. Alô,  nossos repórteres comunitários: ‘No ar rádio Piquiá de Piquiatuba rio Tapajós, rádio comunitária Uirapuru de Vila franca rio Arapiuns, rádio comunitária serra Abel de Belterra, rádio comunitária raio de sol de Muratuba rio Tapajós, rádio comunitária de Japiin rio Tapajós.. Rádio cachoeirinha de cachoeira do Aruã rio Arapiuns…’ Rádio Mocoronga um Eco-Lógico na Amazônia…”

Programa 19 de outubro – bloco 1

Programa 19 de outubro – bloco 2

Programa de Rádio Mocoronga 12 de outubro

16 de outubro de 2013 por Gabriel Abreu

Para quem perdeu o programa da Rádio Mocoronga da semana passada aqui está a oportunidade para você ouvir!!!!

“Mocoronga, Mocoronga, Mocoronga. No ar Rádio Mocoronga, um programa do Projeto Saúde & Alegria. Essa turminha de Saúde e Alegria, você vai gostar. Vamos tercer a nossa rede. Alô,  nossos repórteres comunitários: ‘No ar rádio Piquiá de Piquiatuba rio Tapajós, rádio comunitária Uirapuru de Vila franca rio Arapiuns, rádio comunitária serra Abel de Belterra, rádio comunitária raio de sol de Muratuba rio Tapajós, rádio comunitária de Japiin rio Tapajós.. Rádio cachoeirinha de cachoeira do Aruã rio Arapiuns…’ Rádio Mocoronga um Eco-Lógico na Amazônia…”

 

Programa Rede Mocoronga 12 de Outubro Bloco 1

Programa Rede Mocoronga 12 de Outubro Bloco 2

Encontro ativo dos Jovens Empreendedores do Tapajós

26 de setembro de 2013 por Adriane Gama

jovens-mapaFoi realizado no dia 19 de setembro, no auditório do Projeto Saúde e Alegria, o terceiro encontro dos jovens empreendedores sociais do projeto Conexão Amazônia, com o apoio da Fundação Telefônica/ Vivo. Estavam presentes 22 participantes das comunidades rurais: Anã, Suruacá, Urucureá, Muratuba, Prainha, Curuai, Parauá, da vila de Alter do Chão e de Santarém.

O evento mediado pela equipe de educomunicação do PSA começou com uma dinâmica de grupo de apresentação, já que neste dia, houve a entrada de novos participantes no Puxirum Digital, uma inédita produtora colaborativa do projeto. Em seguida, houve a apresentação da programação e metas das atividades do dia, bem como um comprometimento coletivo através de um acordo de convivência durante os encontros. Leia o resto desse post »

Experiências amazônicas são destaques no maior encontro de internet do Brasil

16 de setembro de 2013 por Adriane Gama

O III Fórum da Internet no Brasil, realizado em Belém do Pará, nos dias 3, 4 e 5 de setembro, mobilizou representantes de diversos setores: governamental, empresarial, universitários e ativistas da cultura digital de vários lugares do país com o objetivo de propagar os “Princípios para a Governança e Uso da Internet”.

Este evento aconteceu pela primeira vez na região norte, sendo considerado um espaço dialógico e aberto para tratar sobre a internet e seus direitos quanto à neutralidade, acessibilidade, infra-estrutura, marco civil e outros assuntos de interesse coletivo, sempre pautando-se por uma internet livre, democrática e mais participativa.

Com participação custeada pelo auxílio-participativo do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI), uma comitiva santarena também se fez presente, compartilhando suas experiências de cultura digital em debates, trilhas geradoras, atividades auto gestionadas e desconferências temáticas, onde abordaram suas conquistas coletivas em comunidades e escolas, e os desafios enfrentados na Amazônia, da questão geográfica a situação limitada da banda larga.

A equipe da comunidade OpenTapajós apresentou o FASOL – Fórum Amazônico de Software Livre – e abriu um diálogo sobre práticas de software livre. Na ocasião, Caio Rego, coordenador do FASOL, lamentou que este importante fórum, até então realizado anualmente, não acontecerá em 2013, devido a falta de recursos.

As atividades sócio-digitais, incluindo oficinas de stop motion e mostras de animação, realizadas nos laboratórios de informática das escolas municipais, através do trabalho do NIE – Núcleo de Informática Educativa da SEMED em parceria com o Puraqué, foram citadas como casos de sucesso em Santarém.

Também foi lembrado, o trabalho ativo de 12 anos de cultura digital e cidadania do Coletivo Puraqué nas periferias da cidade e em outros municípios, bem como as ações dos infocentros e telecentros espalhados nas cidades, reverberando as ações locais colaborativas de cultura digital, fortalecendo assim, as políticas públicas.

As ações de comunicação, nas comunidades ribeirinhas, pela Rede Mocoronga do Projeto Saúde e Alegria tiveram destaque na trilha Educação, Cultura e Direitos Autorais na internet e nos debates sobre gênero e tecnologia, dialogadas pelos educomunicadores Adriane Gama e Gabriel Abreu. O Coordenador de Inclusão Digital do projeto, Paulo Lima, participou dos debates sobre o desenvolvimento da rede. O jovem Maikson Serrão, da Vila de Boim, trocou ideias sobre servidores comunitários para as comunidades ribeirinhas.

Consensos sobre a democratização e aprimoramento da Internet no Brasil, deram o tom final para os encaminhamentos deste fórum, com a certeza unânime de fortalecer a cultura digital no país, em especial na Amazônia.