Comunitários inauguram cooperativa no dia 01 de maio

24 de abril de 2015 por Lilian Campelo

oficina_cooperativismoNo dia 01 de maio, dia em que se comemora o dia Mundial do Trabalho, será realizada a assembleia de fundação da Cooperativa de Ecoturismo e Artesanato da Floresta. O evento ocorrerá na comunidade de Atodi, rio Arapiuns.

Este é um importante passo para as comunidades que conquistam maior autonomia em seus empreendimentos, seja para a comercialização de seus produtos e serviços, seja na formalização do seu trabalho e no fortalecimento econômico e social das comunidades envolvidas.

Turismo e Artesanato

No segmento de Turismo de Base Comunitária quatro comunidades estão envolvidas na atividade: Anã, Atodi, Arimum e Vila Amazonas, sendo que duas delas, Anã e Atodi, possuem pousadas comunitárias em funcionamento no rio Arapiuns com rendário para 20 pessoas cada, o que proporciona as 93 pessoas envolvidas na atividade das 04 comunidades, valorização da autoestima e geração de emprego e renda.

De acordo com os dados repassados pelas lideranças de Anã e Atodi, somente no ano de 2011, as duas comunidades receberam cerca 98 turistas, e em 2014 foram registrados 333 visitantes, dos quais 256 brasileiros e 77 estrangeiros, movimentando um montante de 68 mil nas duas.

O trabalho de artesanato da floresta vem sendo apoiado pelo Saúde e Alegria desde meados dos anos 90, através do projeto “Mulher Cabocla”. Atualmente existem 6 grupos que produzem uma diversidade de produtos oriundos da cultura tradicional confeccionados pelas comunidades de São Miguel (grupo Arte Palha), Vila Gorete, (Grupo Sacaí), Vila Brasil (Grupo Brasil), Arimum (Grupo Jararaca), Urucureá (Grupo Tucumarte) e Vila Amazonas (Grupo Jacitara).

Ao todo são 102 artesãos, sendo 90 mulheres e 12 homens, produzindo mais de 60 artigos com vendas diretas aos visitantes nas comunidades, na sede do Saúde & Alegria, pela Internet e lojas em diversas cidades do Brasil, além de exposições em eventos nacionais contribuindo com a geração de renda familiar dos comunitários.

Deixe um comentário