Seleção de Maguari participa do Circuito Futebol Social 2011

16 de junho de 2011 por Paulo Lima

Alguns dos craques do Maguari

Ocorrerá em Brasília, entre 18 e 19 junho, a etapa final do Circuito Futebol Social 2011, com a participação de jovens ligados a entidades sociais de todo o país.  O evento trará representantes definidos a partir de etapas locais realizadas em diversas comunidades carentes do país, reunindo centenas de jovens de projetos ligados a periferias, favelas, comunidades, população de rua, entre outros grupos socialmente excluídos.

O projeto que visa integrar, motivar e fortalecer os projetos sociais participantes e tem como um de seus resultados a formação das seleções brasileiras masculina e feminina que representam o país no Campeonato Mundial de Futebol Social, que este ano ocorrerá entre 21 e 28 de Agosto, em Paris. O Brasil é o atual campeão do evento, realizado em 2010 no Rio de Janeiro e que desde 2003 já passou por Áustria, Suécia, Escócia, Cidade do Cabo, Dinamarca, Austrália, Melbourne e Milão. Em 2012 ocorrerá na Cidade do México.

A convocação dos jogadores que defenderão as Seleções Brasileiras no Campeonato Mundial será anunciada no início de Julho, após período de avaliação que buscará garantir que os selecionados se enquadrem nos critérios sociais definidos, que valorizam características como liderança, formação e engajamento social, além do pré-requisito básico de se viver sob condições inadequadas de moradia. Feito isso, passarão por período de treinamentos em São Paulo antes do embarque à França.

Segundo Pupo Fernandes, vice-presidente da ONG Futebol Social, “é uma grande satisfação pode realizar o evento em Brasília, marcando o processo de crescimento do projeto que vem integrando e fortalecendo cada vez mais jovens e comunidades que participam deste movimento pioneiro de integração social através dos esportes”. O evento conta o apoio do Governo do Distrito Federal e de personalidades como o jogador Dentinho e do ex-jogador Romário, padrinhos do projeto no Brasil.

Os jogos serão realizados no Parque da Cidade, das 9hs às 18hs, no sábado (18/06), e das 9hs e 13hs no domingo (19/06), quando ocorrerão as partidas finais. Participarão 10 equipes masculinas e 4 equipes femininas de diversos estados brasileiros. Os representantes do Distrito Federal na etapa final serão definidos em torneio realizado em Ceilândia, no fim de semana anterior, entre 11 e 12 de junho.

Sobre o Futebol Social

O projeto é organizado pela ONG Futebol Social em parceria com a OCAS – Organização Civil de Ação Social, que desde 2002 proporciona geração de renda a pessoas excluídas através da venda da revista Ocas”.  O Futebol Social surgiu para ampliar o alcance deste trabalho e busca conectar outros projetos, incentivando transformações através de formação, capacitação, empreendedorismo e geração de renda: uma espécie de pontapé inicial para que as comunidades se movimentem, as entidades se organizem e garantam aos jovens uma motivação extra. Essa teia é o propulsor de uma transformação que aparece naturalmente como resultado.

No Brasil, o Futebol Social tem obtido resultados significativos de inserção social e ainda revelado talentos esportivos como Michele da Silva, moradora da Cidade de Deus, no Rio de Janeiro. Ela chegou ao Futebol Social por meio do Instituto Bola pra Frente, dos ex-jogadores Jorginho e Bebeto; foi eleita a melhor jogadora do campeonato mundial de 2007, integrou a categoria sub-20 da Seleção Brasileira Feminina de Futebol e hoje atua no Palmeiras.

Sobre o Campeonato Mundial de Futebol Social

Durante oito dias, de 21 a 28 de agosto, Paris abrigará seleções de 64 países dos cinco continentes que disputarão o 9º Campeonato Mundial de Futebol Social. Nike e Vodafone são os apoiadores mundiais do evento, que conta ainda com o apoio de entidades como a ONU e UEFA e clubes como Manchester United e, no Brasil, Sport Club Corinthians Paulista.

Conhecido internacionalmente como Homeless World Cup, o torneio nasceu em 2003, reunindo 18 países, em Graz, na Áustria. O Brasil conquistou o 4º lugar na competição e desde então marcou presença em todas as edições: em Gotemburgo, Suécia (2004, 26 países, 15º lugar); em Edimburgo, Escócia (2005, 27 países, 11º lugar); na Cidade do Cabo, África do Sul (2006, 48 países, 16º lugar); em Copenhague, Dinamarca (2007, 48 países, 22º lugar); em Melbourne, Austrália (2008, 53 países, 7º lugar) ; em Milão, Itália (2009, 48 países, 3º lugar) e no Rio de Janeiro (2010, 55 países, 1º lugar).

Mais informações em www.futebolsocial.org.br

Deixe um comentário