Aldeia Muratuba recebe o II Beiradão de Conversa

12 de outubro de 2014 por Lilian Campelo
II Beiradão de Conversa realizado na Aldeia de Muratuba

II Beiradão de Conversa realizado na Aldeia de Muratuba

Matéria produzida pela Repórter Comunitária: Rosivethe Castro Fernandes

Foi em clima de muita expectativa e empenho dos jovens e lideranças da Aldeia Muratuba, que se realizou nos dias 09 e 10 de outubro, o evento denominado II Beiradão de Conversas, este promovido pelo Projeto Saúde e Alegria em parceria com a Fundação Telefônica.

No decorrer da programação, as seguintes atividades foram desenvolvidas: Cine Mocorongo, Roda de conversas, Oficina do projeto de vida e gravação do sonho dos jovens.

A abordagem do tema Empreendedorismo Social, possibilitou a reflexão sobre os problemas da aldeia e as possíveis soluções que estão ao alcance da juventude.

Visando mais detalhes fizemos uma enquete com três jovens que participaram do I Beiradão de Conversas que falam sobre a importância desse evento.

JAV- Pra você, qual a importância do I Beiradão de Conversas com o tema Empreendedorismo?

“Para mim o Beiradão foi muito importante porque eu descobri que o próprio lugar onde moro me oferece oportunidades, que possuímos soluções para os problemas aqui existentes e que podemos promover ações capazes de mudar a realidade e assim contribuir para o desenvolvimento local”.  Idarlon Rodrigues dos Santos, 16 anos, Secretário do Grupo JOBESP.

“Esse Beiradão tem uma grande importância para mim, porque foi a primeira vez que eu participei de um encontro voltado para a juventude, e achei bastante interessante o tema, pois, pudemos explorar a nossa aldeia em busca de problemas e possíveis soluções, e também porque tivemos a oportunidade de expressar nossas ideias inovadoras que buscam nos beneficiar ”. Josiana Fernandes da Silva, 16 anos, aluna do 3º ano do Ensino Médio.

“Foi importante porque, pude me aprofundar no assunto, e aprendi que através do empreendedorismo, podemos utilizar recursos e técnicas de inovação, criatividade e sustentabilidade que podem transformar e melhorar a vida das pessoas ou de uma sociedade obtendo resultados positivos para as mesmas”. Adrielle Fernandes da Silva, 16 anos, Coordenadora do Jornal Arte Vida.

Deixe um comentário

*