Pai d’egua, Amazônia na Suécia

21 de maio de 2009 por Raquel Fernandes

Artigo enviado por Felipe Afonso:

No dia 13 de abril de 2009, saimos do aeroporto de santarém às 7:30, eu Felipe Afonso (Boim), Walter Imbiriba(Urucureá), Juranildes Dantas e André Jordan(Belterra), rumo a Suécia.

Uma viagem maravilhosa até chegarmos no aeroporto de Frankfur, onde fomos quase impedido de entrar na europa, constangedor, mas logo se resolveu com a ajuda do coordenador do Intercambio (Bosse) que nos ajudou via telefone, pois não dominamos o inglês. Foram dois longos dias de viagens até chegar no nosso destino, Suécia.

Um dia depois da viagem começam nossas aulas de AUDIO VISUAL na escola Biscops Arnö, com o professor Douglas Machado(documentarista),de Piauí, inclusive já passou pelo PSA. Os dias se passam  e tudo na suécia é muito legal, na nossa segunda semana começamos as mostras dos filmes produzidos pelos alunos suecos, que foram para o Brasil(Boim, Belterra, Urucureá e Muratuba) sendo vídeo participativo e documentario, foram feitas as mostras na escola Biscops Arnö e em dois grandes cinema em Estoucomo. Cinema lotado, mostrar a realidade do povo amazônico na suécia, tem sido uma experiencia ótima, pois acaba com aquele olhar de que na amazônia só existe mata, bichos e indios.

O tempo não pára e nós estudando e trabalhando na produção de um filme nosso aqui na suécia, para exibir no Brasil, vai ficar maravilhoso aguardem. Enfim tivemos que viver uma cultura totalmente diferente da nossa, outro idioma, alimentação, modo de se vestir, clima,etc.., mas com tudo isso não me acanhei de fazer amizade, me comunicar com outras pessoas, pois aqui na Biscops Arnö, embora estudem pessoas de cidades diferentes, paises diferente,não há diferença de preferência religiosa, sexual e de classe social o que importa é que você seja feliz, um pouco diferente do nosso Brasil, que ainda há muita discriminação seja lá de que for.

Os dias se passam e chega a nossa quarta semana na suécia e é quando acontece na escola Biscops Arnö o “Festival Global” com mostras dos filmes do Brasil(sobre a soja na amazônia), já incluindo dos alunos suecos que foram fazer o mesmo trabalho na Argentina( moyano uma casa de alojamento de mulheres sem lar) e Uruguai(sobre grande plantacão de pinheiro, store enso), mostras de fotografias da india e de outros lugares, shows ao vivo e muitas outras atrações. Na nossa quinta semana saimos em turnê para fazermos mostras dos mesmos filmes, só que agora em outras cidades como, Götenborg, Malmö e Lund. Retornando para Estoucomo, hora de dizer uma palavra dolorosa “ADEUS”, com o coraçãozinho apertado de tristeza de deixar a escola Biscops Arnö e novos amigos, mas ao mesmo tempo, ancioso para chegar em casa e abraçar a familia. Partiremos dia 21 de maio da Suécia, rumo a Santarém-Pará-Brasil.

Abraços, Felipe Afonso Rodrigues

One Response to “Pai d’egua, Amazônia na Suécia”

  1. Mônica Says:

    Olá Felipe, seu texto ficou muito bom. A viagem parece ter sido muito interessante. Já vivi esta situação e achei surpreendente.
    Beijos para todos.

Deixe um comentário

*